Simulado 3 questões – ENEM 2020

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Faça este simulado rápido e prático para a prova do Enem 2020, questões de interpretação de texto que cai muito na parte de Linguagens, códigos e suas tecnologias do Enem há anos.

Linguagens, códigos e suas tecnologias - ENEM 2020

  • TEXTO I

    Estratos

    Na passagem de uma língua para outra, algo
    sempre permanece, mesmo que não haja ninguém
    para se lembrar desse algo. Pois um idioma retém
    em si mais memórias que os seus falantes e, como
    uma chapa mineral marcada por camadas de uma
    história mais antiga do que aquela dos seres viventes,
    inevitavelmente carrega em si a impressão das eras
    pelas quais passou. Se as “línguas são arquivos da
    história”, elas carecem de livros de registro e catálogos.
    Aquilo que contêm pode apenas ser consultado em
    parte, fornecendo ao pesquisador menos os elementos
    de uma biografia do que um estudo geológico de uma
    sedimentação realizada em um período sem começo ou
    sem fim definido.

    HELLER-ROAZEN, D. Ecolalias: sobre o esquecimento das línguas.

    Campinas: Unicamp, 2010.
  • TEXTO II

    Na reflexão gramatical dos séculos XVI e XVII,
    a influência árabe aparece pontualmente, e se reveste
    sobretudo de item bélico fundamental na atribuição de
    rudeza aos idiomas português e castelhano por seus
    respectivos detratores. Parecer com o árabe, assim,
    é uma acusação de dessemelhança com o latim.

    SOUZA, M. P. Linguística histórica.

    Campinas: Unicamp, 2006.
  • Um amor desse

    Era 24 horas lado a lado
    Um radar na pele, aquele sentimento alucinado
    Coração batia acelerado
    Bastava um olhar pra eu entender
    Que era hora de me entregar pra você
    Palavras não faziam falta mais
    Ah, só de lembrar do seu perfume
    Que arrepio, que calafrio
    Que o meu corpo sente
    Nem que eu queira, eu te apago da minha mente

    Ah, esse amor
    Deixou marcas no meu corpo
    Ah, esse amor
    Só de pensar, eu grito, eu quase morro

    AZEVEDO, N.; LEÃO, W.; QUADROS, R. Coração pede socorro.

    Rio de Janeiro: Som Livre, 2018 (fragmento).
  • Uma ouriça

    Se o de longe esboça lhe chegar perto,
    se fecha (convexo integral de esfera),
    se eriça (bélica e multiespinhenta):
    e, esfera e espinho, se ouriça à espera.
    Mas não passiva (como ouriço na loca);
    nem só defensiva (como se eriça o gato);
    sim agressiva (como jamais o ouriço),
    do agressivo capaz de bote, de salto
    (não do salto para trás, como o gato):
    daquele capaz de salto para o assalto.

    Se o de longe lhe chega em (de longe),
    de esfera aos espinhos, ela se desouriça.
    Reconverte: o metal hermético e armado
    na carne de antes (côncava e propícia),
    e as molas felinas (para o assalto),
    nas molas em espiral (para o abraço).

    MELO NETO, J. C. A educação pela pedra. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

Fonte: http://questoesenem.ebc.com.br/