Simulado 3 questões – Português

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Faça este rápido e prático Simulado com 3 questões de Português para o enem 2020.

ENEM 2020 QUESTÕES DE PORTUGUÊS

ENEM 2020 QUESTÕES DE PORTUGUÊS
  • Física com a boca

    Por que nossa voz fica tremida ao falar na frente do ventilador?

    Além de ventinho, o ventilador gera ondas sonoras. Quando você não tem mais o que fazer e fica falando na frente dele, as ondas da voz se propagam na direção contrária às do ventilador. Davi Akkerman – presidente da Associação Brasileira para a Qualidade Acústica – diz que isso causa o mismatch, nome bacana para o desencontro entre as ondas. “O vento também contribui para a distorção da voz, pelo fato de ser uma vibração que influencia no som”, diz. Assim, o ruído do ventilador e a influência do vento na propagação das ondas contribuem para distorcer sua bela voz.

    Disponível em: http://super.abril.com.br. Acesso em: 30 jul. 2012 (adaptado).

  • O homem disse, Está a chover, e depois, Quem é você, Não sou daqui, Anda à procura de comida, Sim, há quatro dias que não comemos, E como sabe que são quatro dias, É um cálculo, Está sozinha, Estou com o meu marido e uns companheiros, Quantos são, Ao todo, sete, Se estão a pensar em ficar conosco, tirem daí o sentido, já somos muitos, Só estamos de passagem, Donde vêm, Estivemos internados desde que a cegueira começou, Ah, sim, a quarentena, não serviu de nada, Por que diz isso, Deixaram-nos sair, Houve um incêndio e nesse momento percebemos que os soldados que nos vigiavam tinham desaparecido, E saíram, Sim, Os vossos soldados devem ter sido dos últimos a cegar, toda a gente está cega, Toda a gente, a cidade toda, o país,

    SARAMAGO, J. Ensaio sobre a cegueira. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.
  • Quem procura a essência de um conto no espaço que fica entre a obra e seu autor comete um erro: é muito melhor procurar não no terreno que fica entre o escritor e sua obra, mas justamente no terreno que fica entre o texto e seu leitor.

    OZ, A. De amor e trevas. São Paulo: Cia. das Letras, 2005 (fragmento).